Coordenador do projeto União Brasil, Luiz Carlos Belém, se encontra com o presidente do Republicanos, Marcos Pereira, em Brasília.


    Em reunião realizada na presidência do Republicanos, o coordenador Nacional do projeto União Brasil, Luiz Carlos Belém, juntamente com o presidente do Republicanos, Marcos Pereira, conversaram a respeito das eleições 2022 e dos candidatos do partido que estão alinhados com o projeto e as pautas do União Brasil. Marcos Pereira ficou bastante satisfeito com a atuação do Luiz Carlos Belém, e estreitou o relacionamento do partido republicanos com o projeto União Brasil para as eleições a governador do Estado de São Paulo, em prol do nome do ex-ministro Tarcísio, e da ex-ministra Damares para senadora do Distrito Federal, entre outros nomes. "O projeto União Brasil é o maior projeto de apoio ao presidente Jair Messias Bolsonaro, e para nós, é muito bom estar trabalhando em conjunto, pois precisamos reeleger o presidente e a maioria da bancada Federal." Conclui Marcos Pereira.

    INDICAÇÃO

    Luiz Carlos Belém indicou o nome do jornalista e colunista do Blog, Mário Filho, como assessor de imprensa do projeto União Brasil, ficando a cargo de comunicar, em primeira mão, todos os fatos envolvendo o projeto, que cresce a cada dia em todo país. 



Trechos da BR-232 ficam movimentados na volta do feriadão de São João.

 



    O feriadão de São João encerra neste domingo (26). Com isso, muitas pessoas que foram aproveitar os festejos no interior de Pernambuco retornam à Região Metropolitana do Recife (RMR).

    De acordo com a Polícia Rodoviária Federal (PRF), por volta das 13h, havia registro de congestionamento do quilômetro 80 ao 76,5, na altura de Gravatá, sentido Recife.

    No horário, eram cerca de 3,5 quilômetros de congestionamento.

    Por volta das 16h, o movimento seguia intenso no sentido Recife. Havia alguns pontos de lentidão ao longo da rodovia, a exemplo do km 33, em Moreno, e entre os kms 12 e 8.

O tráfego aumenta de volume em cerca de 40% no feriadão; 60 mil veículos devem passar pela rodovia.

    A PRF orienta que os motoristas voltem cedo para casa, uma vez que à tarde o trânsito se intensifica, principalmente no Curado, entrada do Recife.

Obras da BR-232 paralisadas

    A BR-232 passa por obras de alargamento na saída do Recife para o interior. No entanto, os serviços foram paralisados pela Secretaria de Infraestrutura de Pernambuco durante o feriado.

    O objetivo era minimizar os congestionamentos retenções na rodovia. As obras foram suspensas em 22 de junho e serão retomadas na segunda-feira (27).

    Desde a última quarta, estão liberadas três faixas centrais e outras duas nas vias marginais no trecho de 600 metros que está em obras, situado entre o Jardim Botânico e o Atacado dos Presentes.

    Na Semana Santa, a circulação foi feita apenas pelas vias locais da BR-232, totalizando quatro faixas. Para o São João, a oferta foi ampliada para cinco pistas em cada sentido (interior e Recife). São três faixas na pista central e duas nas locais (em cada sentido).

Rotas alternativas

    Os motoristas que chegam no Recife podem optar por rotas alternativas para tentar minimizar os congestionamentos.

    Confira as sugestões do Departamento de Estradas de Rodagem (DER-PE):Quem vai para a Zona Norte do Grande Recife:

    Sair da BR-232, na altura dos Curados, e pegar a BR-408. Em seguida, entrar pelo Ramal da Copa até a PE-005 - a Avenida Belmino Correia, a principal de Camaragibe -, e seguir pela Avenida Caxangá ou pela BR-101 Norte, no Recife.Quem vai para a Zona Sul do Grande Recife:

    No entroncamento com a BR-232, em Chã Grande (próximo a Gravatá), acessar a PE-071 após a cidade de Amaraji. Depois, pegar a PE-063, na altura de Primavera, e seguir até a BR-101. De lá, seguir pela rodovia até o Grande Recife.

Empresário confirma proposta do Sport a Guto Ferreira.

 


    Em contato com Adriano Spadotto, empresário do técnico Guto Ferreira, o mesmo confirmou que a diretoria rubro-negra entrou em contato para contratar o treinador.

    Adriano Spadotto afirmou que o treinador tem o interesse de trabalhar no Sport.

    O treinador Guto Ferreira, poderá ser apresentado oficialmente pela diretoria rubro-negra em breve. O treinador, de 56 anos, poderá chegar ao clube com a responsabilidade de levar o Sport Recife novamente à Série A.

Governo de Sairé realiza 1ª Buscapé Drilha neste domingo (26).

 



O evento contará com show do Trio e Banda Asas da América, às 15h

    O Governo de Sairé irá realizar, neste domingo (26), a 1ª edição da “Buscapé Drilha”.

    A concentração está marcada para às 15h, na Avenida Prefeito Onaci Souto Andrade. De lá, Trio e Banda Asas da América irá animar os forrozeiros e forrozeiras até o centro de Sairé.

    Finalizado o trajeto, a festa continua no palco principal do Festival do Buscapé 2022 com Diego Vumbora e Elifas Júnior.

    Camisas padronizadas da “Buscapé Drilha” foram confeccionadas e estão sendo distribuídas gratuitamente para a população de Sairé.

    Confira a LINE-UP deste domingo (26) no Festival do Buscapé:

15h – Trio e Banda Asas da América (Buscapé Drilha)
19h – Diego Vumbora
21h – Elifas Jr

Raquel Lyra prestigia o São João de Petrolina.

 


    Durante a sua passagem pelo Sertão do São Francisco, a pré-candidata a governadora de Pernambuco, Raquel Lyra (PSDB), aproveitou para conhecer a festa de São João de Petrolina. A tucana foi ao Parque de Eventos Ana das Carrancas acompanhada do pré-candidato a deputado federal, Guilherme Coelho.

    "É muito bonito de ver Pernambuco inteiro se vestindo de festa. Depois de dois anos de pandemia, o São João do reencontro com a esperança. Artistas, cultura popular na veia, garantindo a geração de emprego e renda, hotéis e restaurantes lotados. É muito bom conhecer Pernambuco ainda mais por dentro e saber que a gente tem potencial em cada canto do estado", destacou a ex-prefeita de Caruaru.

    Também acompanharam a noite de festa a pré-candidata a deputada estadual, Lucinha Mota; o pré-candidato a deputado estadual, Allan Maux, e o empresário Arthur Coelho.

Catende: Prefeita, Dona Graça, antecipa salário dos servidores.



    A prefeita de Catende, Dona Graça, realizou o pagamento aos servidores municipais de forma antecipada, na quarta-feira (22).

    De acordo com a prefeitura, o objetivo desta ação, é fazer com que os servidores possam aproveitar as festividades juninas com dinheiro no bolso.

    Primeira mulher prefeita de Catende, Dona Graça pegou a prefeitura de Catende com contas bloqueadas, um caos administrativo, e em pouco tempo, vem realizando um trabalho nunca visto no município. Uma das marcas da sua gestão, é a reestruturação e reforma de todos os postos de saúde da cidade, ampliação de médicos especialistas em diversas áreas e o primeiro centro de especializado no atendimento da criança com deficiência. Também a pavimentação da comunidade de Lage Grande, um dos maiores distritos da cidade. Vem muito mais pela frente.

Pré-candidato a Presidente da República, Pablo Marçal (PROS), visitará o nordeste no próximo dia 26 de junho.

 

    
    Empresário, Pablo Marçal, lançado pré-candidato a presidente pelo Pros, fará agenda importante no nordeste no próximo dia 26 de junho. Marçal, em sua página no Twitter, vem se colocando como a saída do país para voltar ao desenvolvimento.

    Pablo Marçal tem mais de 2 milhões de seguidores em seu perfil no Instagram. O pré-candidato diz que irá “destravar a nação”.



Veja a agenda de Pablo Marçal pelo nordeste:




Apac emite alerta vermelho de chuvas para o Grande Recife e Mata Sul até está quinta-feira (23).



    A Apac (Agência Pernambucana de Águas e Clima) subiu o nível do aviso anterior e estendeu a duração até quinta-feira (23), véspera de São João.

    Diante do temporal, o risco é muito algo para a Região Metropolitana do Recife e a Zona da Mata Sul. Para a Zona da Mata Norte e o Agreste, o risco é moderado com as chuvas.

    O nível de risco está maior devido os altos acumulados ocorridos e à previsão ter continuidade das chuvas, de acordo com a agência.

    O sistema deve se deslocar gradualmente amanhã para o Litoral Sul e o Agreste, conforme a Apac.

Sem projetos e preocupado com festas, prefeito de Gravatá, ex-padre Joselito, esquece os produtores rurais de Gravatá, que enfrentam crise histórica na bacia leiteira.

 


    Gravatá, em Pernambuco, que já foi uma das maiores bacias leiteiras do estado, enfrenta uma crise histórica, onde percebemos que o número de produtores tem diminuído bastante. Sem projeto para o setor para estimular os investimentos, o ex-padre e prefeito da cidade, Joselito, não consegue avançar com sua gestão, que sofre pela falta de experiência administrativa, não existe gestão no município, onde já se ver um desgaste natural entre os munícipes a respeito do gestor.

    Conversando com a produtora do setor, Maria Melo, falou sobre a crise que afetou o setor em Gravatá: "Famílias que trabalham no setor há vários anos em Gravatá, falam que o único governo que investiu e deu incentivo ao setor, foi o governo de Joaquim Neto, pois o prefeito atual não vem valorizando o setor leiteiro e nem o pequeno produtor rural."

    Enquanto isso, o ex-padre Joselito, vem gastando milhões em festividades, mostrando qual a sua prioridade para Gravatá. Aliás, pessoas ligadas ao ex-padre falam que ele é um bom cantor, mostrando que ser gestor não é sua praia, sua praia é ser cantor. "Meu mel não diga adeus..." a canção predileta do ex-padre em sua playlist vocal.




XEQUE MATE: Miguel e Raquel voltam a conversar sobre aliança para 2022. A soma de intenções de votos de Raquel Lyra e de Miguel Coelho chega a 30%, ultrapassando Marília Arraes que apareceu com 24%.

 


    A ex-prefeita de Caruaru e pré-candidata ao Governo de Pernambuco pelo PSDB, Raquel Lyra chega hoje a Petrolina para cumprir uma agenda de pré-candidata na região e também para prestigiar o São João da cidade. Justamente no momento em que Raquel chega a cidade ressurgem especulações de ela e Miguel retornaram às articulações políticas visando uma aliança já no primeiro turno. Isso já aconteceu a algumas semanas mas ficou de conversarem mais próximo do mês de julho e dentro da política é normal essas conversações. Da última vez o que aconteceu: Miguel ofereceu a Raquel a vaga de senadora em sua chapa, o que uniria assim o PSDB, União Brasil, Podemos, Cidadania, PSC. Nos bastidores existe muita gente torcendo para que essa união aconteça pois dará tanto a um, quanto ao outro uma força ainda maior para o pleito que se avizinha.

    Raquel Lyra também colocou na mesa um cenário para o petrolinense: Miguel ser o seu vice ou até mesmo indicar alguém de seu grupo político para concorrer ao Senado e assim ele mesmo disputar uma vaga na Câmara Federal. No momento nem Miguel Coelho e nem Raquel Lyra fecharam a chapa majoritária embora existam especulações em torno de nomes que podem disputarem a vaga de vice e o Senado se ambos permanecerem com suas postulações. Acredita-se que com uma eventual aliança entre os dois seria questão de tempo para que acontecesse um crescimento capaz de levar a liderança Raquel Lyra, por exemplo, que aparece nos levantamentos um pouco atrás de Marília Arraes ou fazer deslanchar a pré-candidatura de Miguel.

    Qual será o desfecho das conversas entre ambos? só o tempo dirá e não será fácil chegarem a um consenso pela retirada de alguma pré-candidatura, mas isso não é impossível. Miguel e Raquel mantém um diálogo amistoso mas ambos enxergam que as chances de vencer são reais com o início da campanha. Miguel Coelho terá um tempo de TV e de exposição muito bom para mostrar o seu trabalho à frente de Petrolina, assim como Raquel tem mostrado que tem uma votação muito firme e sólida.

    "São dois nomes excelentes e se chegarem a um consenso teremos um grupo firme e forte e com altíssimas chances de vencer o grupo de situação e apresentar um verdadeiro projeto de mudança" avalia uma fonte ao Blog.

    Os números - De acordo com a pesquisa Exame/Ideia a única com credibilidade divulgada recentemente, a soma de intenções de votos de Raquel Lyra e de Miguel Coelho chega a 30%. Marília Arraes apareceu com 24% e Anderson Ferreira com 12%. Danilo Cabral apareceu com 8%. Separados, Raquel tem 18% e Miguel Coelho 12%.

Bivar sinaliza chapa puro-sangue, defende imposto único e critica PT e Bolsonaro.

 


    Em entrevista à Isto É, o presidente do União Brasil e pré-candidato ao Planalto Luciano Bivar voltou a defender o imposto único. Ele criticou o modelo de gestão do PT e de Jair Bolsonaro, lamentou a falta de comprometimento do MDB com uma bandeira, o apoio do PSDB a candidatura de Simone Tebet e ainda deixou no ar a possibilidade de uma chapa puro-sangue, com uma mulher como vice.

    O deputado sustentou a candidatura do partido à presidência e sinalizou até que a chapa por ser "puro-sangue", com a possibilidade de ter como vice a senadora Soraya Thronicke ou a advogada Rosângela Moro, esposa do ex-ministro Sergio Moro. "Tenho conversado com diversos partidos, mas uma coisa que nos deixa confortáveis é que o União Brasil tem luz própria. Podemos sair até com uma chapa puro-sangue. Os nomes da senadora Soraya Thronicke e de Rosângela Moro estão sendo discutidos (para vice)", declarou Luciano Bivar.

   Sobre o projeto econômico do União Brasil, o pré-candidato voltou a citar o imposto único. Para ele, a simplificação tributária é inegociável. "A gente não pode continuar com esse manicômio tributário do país. Com o imposto único, vamos simplificar, de partida, onze impostos federais em um único imposto. Toda a população será tributada. E quando todos pagam, todos pagam menos".

    Luciano Bivar também falou sobre a polarização entre Lula e Bolsonaro, defendendo que o União Brasil é diferente. "Estamos unidos em favor da democracia. Isso é o mais importante. Somos diferentes de Lula e Bolsonaro, que têm métodos diferentes, mas no fundo, são inimigos da liberdade. O primeiro é contra a liberdade econômica e o segundo contra a liberdade democrática. E a perda da liberdade econômica traz, como consequência, a perda da liberdade democrática, disse Bivar, complementando ainda que tem preocupação com o futuro do país. "Tenho receio de que nosso país, amanhã, possa ser um regime de força.. Quando não se respeita as instituições, principalmente a instância judicial, há um negacionismo à teoria científica do Direito. Esse negacionismo leva à barbárie".

    Por fim, o presidente do União Brasil lamentou a falta de comprometimento do MDB com uma bandeira e do apoio do PSDB a candidatura de Simone Tebet. "O que o PSDB fez caminhar para uma insignificância muito grande, porque o partido fazia parte de um bloco de siglas que pensavam da mesma maneira e preferiu se juntar a uma confederação que ninguém sabe para onde vai. Além de ser muito grande, o MDB é fragmentado em objetivos e pensamentos. Não há nem a certeza de que vão homologar a candidatura de Simone, porque eles preferem estar sempre do lado do poder.

Raquel Lyra debate o Litoral Norte em Paulista.

 


    O Mapa Estratégico para o desenvolvimento do litoral norte, com ações que envolvem empresários do trade turístico, as prefeituras de sete municípios, foi apresentado em reunião a pre-candidata ao governo do estado Raquel Lyra. O encontro que aconteceu em Paulista na Fasup ( Faculdade de Saúde de Paulista) no Janga, contou com diversas lideranças da região litorânea. "Precisamos integrar as regionais do nosso estado. O litoral norte foi esquecido, vamos conectar ao desenvolvimento, é um compromisso’’. Discursa Raquel.

Felipe do Veneza, coordenador de Raquel no município, destaca a importância do eixo norte para o estado.

    ‘’Quando falamos em desenvolvimento do litoral norte é preciso pensar a região como um todo. Melhorar a infraestrutura, mobilidade e qualificar nossa mão obra são elementos fundamentais para o nosso crescimento. Paulista é a grande porta para as belíssimas praias do nosso litoral, e isso aumenta ainda mais nossa missão de construir soluções para a expansão norte de Pernambuco e de nossa cidade’’. Lembra o gestor.

    Praias vazias, água transparente, coqueiros para todo lado, muita natureza e lugares ainda pouco explorados: essas são as características das melhores praias do Litoral Norte.

Encontro com lideranças amplia força política de Raquel Lyra em todas as regiões de Pernambuco

 


    Cerca de 150 pessoas, entre vereadores, pré-candidatos , agricultores, empresários e lideranças políticas de diversas cidades da Região Metropolitana do Recife, Zona da Mata, Agreste e Sertão participaram de um encontro com a pré-candidata a governadora de Pernambuco, Raquel Lyra (PSDB), na noite desta quinta-feira (16), em Caruaru. A roda de conversa trouxe para a berlinda temas diversos, apontando, principalmente, as fragilidades de cada região, a partir do relato dos convidados.

    Na ocasião, o grupo reforçou o apoio ao projeto da postulante e também apresentou sugestões e referências importantes que servirão para a construção do plano de governo. O deputado federal Daniel Coelho (Cidadania) e a deputada estadual Priscila Krause (Cidadania) também acompanharam a reunião.

    Raquel relembrou que tem percorrido todo o estado e nas mais de 100 cidades que visitou, tem ouvido a população e enxergado os desafios locais. “Esse encontro serve para construir elos que consigam chegar nas cidades. Nosso projeto não é uma aventura. É um projeto construído a muitas mãos e que já está embalando a esperança de muita gente. Temos oportunidade de mudar Pernambuco e permitir que o estado seja parceiro dos empreendedores, dos agricultores, de fazer a gente sair das páginas ruins. Queremos que o povo seja feliz na terra que tem suas raízes, onde elas vivem”, afirmou.

    “Quero visitar todas as cidades do estado e vamos para o segundo turno. Não tem dinheiro nem estrutura que compre o coração do povo que está cansado de tanta coisa ruim que está acontecendo. Essa corrente nos levará ao Governo de Pernambuco”, complementou a pré-candidata.

    “A gente vai ganhar a eleição junto. Mas, mais do que isso, a gente vai governar e transformar Pernambuco como jamais se viu e trazendo mais gente. Vamos colocar Raquel para olhar no olho das pessoas, ela é imbatível nisso porque faz com o coração e não pega na mão de ninguém para mentir. E ela sabe como faz, sabe como transformar, sabe como realizar, como transformar a vida das pessoas. Essa é a candidata que temos”, destacou Priscila Krause. Já Daniel Coelho ressaltou que “esse projeto liderado por Raquel é de todos nós. A campanha é nossa, vamos levantar a bandeira e governar com ela. Vamos juntos para o segundo turno e vencer as eleições”.

    “Saímos daqui passando a mensagem que a nossa crença em Raquel é forte pela transformação que a gente viu em Caruaru”, destacou o presidente estadual do Cidadania, João Freire.

    O pré-candidato a deputado estadual Joaquim Neto frisou que o PSDB, pela primeira vez, vai eleger uma governadora em Pernambuco. “Nosso estado não aguenta mais esse governo que aí está e promete muito mas pouco entrega. Estou aqui para contribuir e colaborar com o projeto que vai melhorar a condição de vida da nossa gente”, afirmou. “Temos aqui vários soldados e cada um, na sua cidade, na sua comunidade, está lutando para um novo Pernambuco que precisa de mudança, mas não de qualquer forma. Pernambuco vai ter oportunidade de ter o melhor governo de todos os tempos”, afirmou a pré-candidata a deputada estadual, Débora Almeida.

    "Como penso no melhor para Pernambuco, estou com Raquel. Não tenho dúvidas de que esse time aqui é o melhor e é a saída para mudar o nosso estado, frisou o vice-prefeito de Paranatama e pré-candidato a deputado federal, Claudeilson Oliveira. Já o pré-candidato a deputado estadual, Alan Carneiro, declarou que "Raquel vai liderar uma mudança em Pernambuco”. “Todos nós temos que nos mobilizar para trazer o apoio daqueles que estão em dúvida porque a pré-candidata mais qualificada e que vai mudar a nossa realidade é Raquel”, defendeu o pré-candidato a deputado federal, Coronel Basílio.

    Estiveram presentes lideranças de cidades de todas as regiões do estado: Recife, São Lourenço da Mata, Caruaru, Belém de Maria, Petrolina, São Caetano, Jurema, Ouricuri, Sanharó, Lajedo, São Bento do Una, Buenos Aires, Sairé, Serra Talhada, Água Preta, Ingazeira, Santa Cruz do Capibaribe, Garanhuns, Gravatá, Lagoa do Carro, Passira, Primavera, Capoeiras, Paranatama e Glória do Goitá.

O empresário e pré-candidato a deputado estadual, Ernesto Júnior, diz que o prefeito do município, Edmilson Cupertino, governa de costas para o povo. Moreno merece respeito.

 


    O empresário e pré-candidato a deputado estadual, Ernesto Júnior, filho natural de Moreno, em Pernambuco, diz que o gestor Edmilson Cupertino não escuta a população, vem governando de costas para o povo. "A população de Moreno começou a ir para as ruas, por isso, tantos protestos em nosso município. A população cansou de tanto descaso, Edmilson Cupertino prometeu muito na campanha, e não fez nada, por esse motivo, lancei minha pré-candidatura, pois é preciso que Moreno deixe de exportar candidatos, que chegam no município, pegam os votos, e só voltam após 4 anos, isso vai acabar." Disse o pré-candidato.

    A pré-candidatura de Ernesto Júnior, nasceu da ânsia do povo que não aguenta mais serem usadas e descartadas. O alicerce da candidatura de Ernesto Júnior vem pelo seu grupo político em moreno, e nos municípios vizinhos. Ernesto Júnior, acredita que através de um projeto voltado para o desenvolvimento do trabalho e emprego, e com ações onde visem atrair os meios de produção e serviços, gerando emprego e renda. A principal pauta de Ernesto Júnior é no abastecimento d’água, pois em suas visitas pelo estado, as pessoas pedem e clamam por abastecimento de água em suas casas. 

"Andre Ferreira deveria olhar o que foi feito por ele e seu irmão em Jaboatão, ao invés de estar falando de Marília Arraes." Diz o ex-vereador de Jaboatão, Fernando Moreira.


    O ex-vereador de Jaboatão e coordenador do movimento "Pernambuco que Queremos", Fernando Moreira, diz que o deputado federal, André Ferreira, errou em criticar a candidata Marília Arraes. "André esquece que durante o governo do seu irmão, as obras não foram feitas nas encostas , não foi dado atenção aos mercados públicos e nem a infraestrutura da cidade. O deputado que é tão próximo a Bolsonaro, não conseguiu trazer o governo federal para revitalizar a lagoa olho d’água e por fim aos alagamentos na cidade. Na saúde, faz vergonha dizer que fez alguma coisa. São inúmeros postos de saúde fechados , sem estrutura , sem médicos , sem medicamentos , sem a mínima condição de atendimento a um ser humano. A população implora por atendimento." Fala Fernando em tom de revolta.


    O irmão do deputado e ex prefeito conseguiu a proeza de ter a maior rejeição de um prefeito tentando reeleição. Foram mais de 170 mil eleitores dizendo não a Anderson Ferreira Jaboatão. Na última pesquisa eleitoral mostrou que Anderson não tem nem 15% na cidade de Jaboatão onde foi prefeito até 60 dias atrás. Não tenho nada contra a pessoa do deputado e nem a do ex prefeito, mais os dois deixaram Jaboatão abandonado e a resposta pra isso tudo vem nas urnas. Os milhares de desabrigados lembrarão bem quem permitiu a cidade chegar a essa situação de calamidade. Onde foram aplicadas as emendas do deputado? Que empresas ganharam essas licitações? Foi investido quanto? Onde? A população participou? Opinou?

    Precisamos de respostas Deputado, André Ferreira! 

Fernando Moreira 
Coordenador do MPQ e membro da Associação Brasil que Nós Queremos

Fundão eleitoral de R$ 4,9 bilhões deve tornar próxima campanha a mais cara de todas. Saiba quanto cada partido vai receber do fundo eleitoral neste ano.




    O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) divulgou o valor a que cada partido político terá direito na distribuição dos R$ 4,9 bilhões do Fundo Especial de Financiamento de Campanha (FEFC), o Fundo Eleitoral, destinado às legendas para as Eleições Gerais de 2022.

    O União Brasil (União), sigla resultante da fusão do Democratas (DEM) com o Partido Social Liberal (PSL), receberá o maior montante, com mais de R$ 782 milhões. Em seguida, estão o Partido dos Trabalhadores (PT), com pouco mais de R$ 503 milhões, o Movimento Democrático Brasileiro (MDB), com R$ 363 milhões, o Partido Social Democrático (PSD), com R$ 349 milhões e o Progressistas, com aproximadamente R$ 344 milhões. Juntas, essas cinco legendas respondem por 47,24% dos recursos distribuídos.

    O PL, partido do presidente Jair Bolsonaro, receberá pouco mais de R$ 288 milhões, o que corresponde a 5,82% do total dos valores disponibilizados. Na lanterna, recebendo cerca de R$ 3 milhões, estão o AGIR, o PCB, o PCO, o PMB, o PMN, o PRTB e o PSTU.

    De acordo com o TSE, o montante de R$ 4.961.519.777,00 é a maior soma de recursos já destinada ao Fundo desde 2017, quando foi criado. Segundo a Corte, a distribuição do valor foi feita entre os 32 partidos políticos registrados no TSE com base em critérios específicos.

    O Partido Novo (Novo) renunciou ao repasse dos valores para financiar as campanhas políticas de candidatos e sua cota será revertida ao Tesouro Nacional.

    O TSE informou que os cálculos da distribuição do FEFC consideraram os candidatos eleitos nas Eleições Gerais de 2018, incluindo as retotalizações ocorridas até 1º de junho de 2022.

    "Do total de recursos do Fundo Eleitoral, 2% são distribuídos igualitariamente entre os partidos. A partir daí, o restante é distribuído conforme a representação da legenda no Congresso Nacional: 35% são destinados às agremiações que elegeram pelo menos um deputado federal, na proporção dos votos obtidos na última eleição geral; 48% são distribuídos proporcionalmente à representação de cada legenda na Câmara dos Deputados; e os 15% restantes são divididos entre os partidos com base na proporção da representação no Senado Federal, conforme definidos na legislação eleitoral", explica a Corte.

    Em março, o Supremo Tribunal Federal (STF) manteve o fundão eleitoral de R$ 4,9 bilhões sancionado pelo presidente Jair Bolsonaro (PL) em janeiro. A decisão foi tomada em uma ação proposta pelo Novo, em que pedia a suspensão do fundo, que poderá ser usado pelos candidatos no pleito deste ano. Os magistrados, embora tenham criticado o aumento expressivo do valor destinado ao fundo, entenderam que não cabe à Corte interferir em escolhas feitas pelo Legislativo. A maioria seguiu, total ou parcialmente, o voto do ministro Nunes Marques.

Alessandra Vieira será a vice de Miguel Coelho.

 



    Será entre o São João e São Pedro deste ano que o nome da deputada estadual, Alessandra Vieira (União Brasil), será anunciado como vice na chapa de Miguel Coelho. O nome de Alessandra Vieira fortalece o projeto de Miguel no agreste.

    Eleita deputada estadual em sua primeira disputa eleitoral com 45.115 votos, Alessandra Vieira chegou à Alepe em 2019 com a missão de representar as mulheres pernambucanas e, em especial, o Polo de Confecções do Agreste. Natural de Santa Cruz do Capibaribe.

    Esposo de Alessandra, Edson Vieira (União Brasil), atualmente é pré-candidato a deputado federal pelo partido. A indicação de Alessandra pode mexer no tabuleiro e Edson pode assumir a disputa por uma vaga na Assembleia Legislativa.

AVANÇANDO: Raquel Lyra reforça palanque no Litoral Norte e recebe apoio de Júnior de Juarez.

 



     A pré-candidata ao Governo do Estado, Raquel Lyra (PSDB), segue recebendo apoios para fortalecer o projeto do PSDB e Cidadania na construção de um futuro melhor para Pernambuco. Liderança jovem no Litoral Norte, Júnior de Juarez, filiado ao Solidariedade e candidato a prefeito de Itapissuma em 2020, declarou seu apoio à tucana, na noite desta segunda-feira, 13.

    “O Litoral Norte está abandonado no turismo, no saneamento, nas estradas e na infraestrutura. Com Raquel no governo nosso estado vai melhorar, voltar a crescer e seguir no rumo certo. A sua experiência como prefeita de Caruaru é referência para todo o estado”, declarou Júnior.

    Em Itapissuma, a tucana também soma apoios dos ex-prefeitos Clovis Cavalcante e Pedro Henrique, e de lideranças como Pirro e Rubens Sestil.

O pré-candidato a Deputado federal, Rafael Nunes (republicanos), traz em vista o tema: "Construindo pontes para o futuro", que enfatiza a conexão entre o poder público e a população mais vulnerável.

 




    O Pré-Candidato a deputado federal, Rafael Nunes (republicanos), vem se destacando na região metropolitana do Recife com suas ações sociais e culturais. "É o que nos diferencia, pois o desenvolvimento de projetos sociais para a cultura é um recurso bastante eficaz para combater as desigualdades sociais, já que traz muitas possibilidades de execução e quando é bem feito, geram resultados incríveis. Despertar talentos desconhecidos e trazer novas esperanças para os menos favorecidos, mais eficaz quando realizamos por meio de projetos sociais para a nossa cultura." Diz.

    “Estamos conversando com lideranças de todo o estado e fazendo filiações para o nosso partido, que chega para representar a cultura."

    Realizar projetos sociais, na sociedade brasileira, é percorrer um caminho repleto de oportunidades e possibilidades, mas, realizar projetos sociais para cultura, é unir vários tipos de melhorias em uma só política. A cultura é ampla e engloba muitos nichos capazes de atingir várias classes sociais. A cultura desperta sentimentos, educa, incentiva a criatividade e a vontade de realizar, projetos culturais é o nosso meio concreto para o nosso futuro.

Prefeito de Vitória antecipa parcela do 13º para comissionados e salários de junho para o dia 22.

 


    O prefeito da Vitória de Santo Antão, Paulo Roberto, anunciou nesta sexta-feira (10/06), a antecipação da primeira parcela do 13º para os servidores comissionados do município. A divulgação foi feita em uma transmissão ao vivo pelas redes sociais com a presença de vereadores e secretários da gestão. Segundo o prefeito, a iniciativa busca fomentar o comércio da cidade às vésperas dos festejos juninos e valorizar o servidor público.

    Esse é o terceiro anúncio de antecipação realizado pela gestão. Em maio, foram contemplados com a primeira parcela do décimo, servidores efetivos, aposentados e pensionistas. “Com as antecipações, mais de trinta milhões de reais devem circular dentro da nossa própria cidade por conta do período de São João. É uma injeção muito importante na economia local”, salientou Alex Vasconcelos, secretário de Gestão de Pessoas.

    A outra novidade para os servidores é antecipação dos proventos do mês de junho, que deve ser depositado nas contas no dia 22, cinco dias antes da data convencional. “É uma motivação não só para o comércio, mas para o próprio funcionário, que vai comemorar as festas de junho com a família depois de dois anos sem ter nada por causa da pandemia. Agora ele vai ter o dinheiro para comprar um presente, uma roupa, sair com os familiares”, disse o vice-prefeito Edmo Neves.

    Aproveitando o ensejo, o prefeito Paulo Roberto também fez um convite para o início do São João da Vitória, que começa neste sábado (11/06). “Pode ter certeza que todos serão bem recebidos em nossa cidade na abertura de nosso ciclo junino. Pensamos em tudo para a nossa festa: na segurança, no esquema de trânsito e principalmente na economia. Essas antecipações vão fazer o dinheiro circular numa cadeia de consumo que vai do vendedor de milho ao vendedor de roupas”, finalizou o gestor.

DETERMINADA: Raquel Lyra defende obras, tecnologia e execução real do orçamento público para levar moradia digna aos pernambucanos.

 



    Durante entrevista à Rádio Jornal Recife, a pré-candidata ao Governo de Pernambuco, Raquel Lyra (PSDB), falou sobre a necessidade de investimentos para os municípios que sofrem com a falta de infraestrutura e que são mais duramente afetados no período das chuvas.

    De acordo com a tucana, é importante que o Governo de Pernambuco tenha projetos e investimentos direcionados para as regiões mais afetadas, para que a população não volte a sofrer, como aconteceu nas últimas precipitações no estado.

    "Para problemas complexos, as soluções são diversas. O que a gente precisa é cuidar das pessoas onde elas estão, primeiro com trabalho de microdrenagem e saneamento básico. Com a falta de investimentos na macro e microdrenagem, acontece que as águas de esgotos ocupam espaços pluviais. Precisamos agir de maneira sistemática e usando a tecnologia como aliada", explicou.

    A ex-prefeita de Caruaru lembrou o trabalho que foi realizado na Capital do Agreste, com resultados positivos. "Há mais de 30 anos não se fazia obras de macrodrenagem na cidade.     
    Em Caruaru, no canal da Vila Kennedy, em 2017, as águas chegaram a 2 metros de altura e este ano, ao me encontrar com uma moradora, ela me disse que, mesmo que a intensidade da chuva tenha sido menor, este ano não entrou um pingo d'água na casa dela, graças às obras que realizamos. Foram mais de R$ 20 milhões de investimentos em macrodrenagem em Caruaru, além de parcerias importantes e tecnologias com a Universidade Federal de Pernambuco. Não podemos esperar a tragédia acontecer", reforçou.

    Integração com os municípios - Questionada sobre o que fazer na Região Metropolitana do Recife, Raquel afirmou que não são processos simples e nem rápidos, mas que precisam ser feitos e, acima de tudo, que garantam a segurança das pessoas. "É preciso reunir os prefeitos e ter um trabalho de articulação entre todos. Hoje, um Plano Diretor não se comunica com o outro. A gente precisa, enquanto liderança, sentar todos e resolver os problemas em conjunto. O que fazer? Trabalhar com muita capacidade de desenvolver projetos, ver a necessidade da população e transformar os projetos em realidade", afirmou.

    Outro tema abordado foi a questão de moradias. A pré-candidata ressaltou que, em cinco anos, foram entregues mais de quatro mil residências em Caruaru, mas não vê esforços do Governo de Pernambuco. Raquel também afirmou que habitação será a prioridade do nosso governo, ao lado da saúde e da educação. "Vamos trabalhar para dar moradia digna às 50 mil famílias que moram em barreiras, nos canais, nas palafitas. O governador diz que tem R$ 8 bilhões para investir, mas quanto desses recursos são direcionados para moradia ou finalizar obras? Se a gente olhar para a Zona da Mata, quantas barragens precisam ser terminadas? De dois em dois anos, Paulo Câmara assina ordem de serviço e nunca avança. Tudo que tem a ver com a vida dos pernambucanos tem a ver com o governador de Pernambuco", finalizou.

EMPODERAMENTO: Segunda edição da Feira da Mulher Emprendedora, em Catende, promovida pela prefeita Dona Graça, foi um sucesso.

 




    A Segunda edição da Feira da Mulher Emprendedora em Catende, na Mata Sul do Estado de Pernambuco, promovida pela prefeita dona Graça e pela Secretaria da Mulher da Família e dos Direiros Humanos, foi um sucesso.

    Dezenas de mulheres empreendedoras participaram, expondo e vendendo seus produtos, muitos produzidos pelas mesmas, ao som do autêntico trio pé de serra Dinâmicos do Forró. Na ocasião se fizeram presentes a prefeita Dona Graça, o vice-prefeito Antônio do Egito, a secretária da mulher Rafaela Neves, o ouvidor geral Erivaldo Melo e os vereadores Adriano Almeida e Xavier.

    A SMFDH informou a este blog que o número de mulheres participantes triplicou desde a primeira feira, passando de 12 para 36. "A ideia é fazer uma feira mensal, onde mulheres que queiram empreender possam apresentar ao público seus produtos e, também, tenham oportunidade de vendas e recebam encomendas dos mesmos." disse Rafaela Neves que lembrou, ainda, que o projeto entrará em uma nova fase, com oferecimento de cursos voltados as atividades desenvolvidas pelas participantes e parcerias com instituições bancárias para oferecimento de microcréditos.

    A próxima feira ocorrerá no mês de julho.

DIFERENCIADA: Para Raquel Lyra, experiência política e profissional a diferenciam de Marília Arraes.

 



    Raquel Lyra (PSDB), afirmou nesta quinta-feira (9), em sabatina realizada pelo UOL, que a sua experiência profissional e, principalmente, como prefeita de Caruaru, são os principais pontos que a diferenciam de Marília Arraes (SD). Marília Arraes divide com a tucana a preferência do eleitorado nas primeiras colocações de pesquisas de intenção de voto na disputa ao Palácio do Campo das Princesas.

    Sobre estar liderando as pesquisas logo atrás de Marília, Raquel classificou o fato como uma "quebra de paradigmas", já que, segundo ela, Pernambuco ainda é um Estado "institucionalmente e politicamente machista". Logo em seguida, ela deu detalhes sobre a própria trajetória, apontando a aprovações em concursos públicos, a atuação em outras áreas e o trabalho como prefeita como fatores que a credenciam a ocupar o cargo de governadora. 

    Diferentemente de Raquel Lyra, a experiência profissional de Marília Arraes sempre esteve atrelada à política, e não tem experiência como gestora.

Pesquisa indica empate técnico entre Raquel Lyra e Marília Arraes na disputa ao governo de Pernambuco. Exame/Ideia: Marília tem 24%; Raquel, 18%; e Miguel Coelho, 12%.



    Pesquisa do Instituto Ideia, contratada e publicada pela revista Exame, aponta um empate técnico na disputa pelo governo de Pernambuco. Na pesquisa estimulada - quando é apresentada a lista de nomes dos candidatos aos eleitores -, a deputada federal Marília Arraes (Solidariedade) tem 24% das intenções, e a ex-prefeita de Caruaru Raquel Lyra (PSDB) aparece na sequência, com 18%, e ficam empatadas na margem de erro, que é de 3 pontos percentuais para mais ou para menos.

    Em seguida, e também empatados com a pré-candidata tucana, aparecem o ex-prefeito de Petrolina Miguel Coelho (União Brasil), e o ex-prefeito de Jaboatão dos Guararapes Anderson Ferreira (PL), ambos com 12.

    O deputado federal Danilo Cabral (PSB), que tem 8%, também empata com Coelho e Ferreira, e ainda pode ser alcançado pelo advogado João Arnaldo (PSOL) que aparece com 2%.

    Jones Manoel (PCB), que tem 1%, Jadilson Bombeiro (PMB) e Esteves Jacinto (PRTB), que têm 0,3% e 0,2% respectivamente, empatam tecnicamente com João Arnaldo.

    Essa foi a primeira pesquisa do Instituto Ideia para o governo de Pernambuco. O levantamento ouviu mil pessoas no estado, por telefone, entre os dias 3 e 8 de junho. A pesquisa custou R$ 19.480,00. O intervalo de confiança é de 95% e o registro junto ao TSE (Tribunal Superior Eleitoral) é PE-03117/2022.

Rol taxativo: o que muda na lista de tratamentos cobertos por planos de saúde.

 


    O STJ (Superior Tribunal de Justiça) decidiu nesta quarta-feira (8) que a lista de tratamentos cobertos por planos de saúde, o chamado rol da ANS (Agência Nacional de Saúde Suplementar), deve ser taxativa.

    O que estava em jogo era a escolha entre o rol exemplificativo (mais amplo, permitindo a entrada de novos tratamentos) ou taxativo (restrito, sem possibilidade de mudança até nova atualização da lista).

    Venceu a lista mais restrita, que favorece as operadoras de saúde — agora elas não são obrigadas a cobrir tratamentos não incluídos na relação aprovada da ANS.

    Ao todo, foram seis votos a favor do rol taxativo e três a favor do rol exemplificativo.

    O ministro Villas Bôas Cueva defendeu que o rol taxativo garante mais segurança jurídica e evita grandes reajustes nos planos, porque uma lista mínima obrigatória permite prever a mensalidade. "A alta exagerada de preço provocará barreiras à manutenção contratual, transferindo as coletividades de usuários da saúde pública a pressionar ainda mais o SUS", disse.

    Isso não significa, segundo ele, que a lista será inflexível. Quando não houver substituto do procedimento médico necessário, o tratamento poderá ser incluído na cobertura excepcionalmente, desde que não tenha sido indeferido pela ANS anteriormente, se tenha comprovação médica do tratamento e se tenha a recomendação de órgãos técnicos nacionais ou internacionais.

    "A ausência do nome do medicamento, procedimento ou tratamento no rol e suas atualizações não implica exclusão tácita da cobertura contratual", disse.

    Na prática, isso pode significar que o paciente poderá, individualmente, pedir um aditivo no contrato do plano para ampliar a cobertura caso deseje um tratamento específico.

    A ministra Nancy Andrighi, que votou pelo rol exemplificativo, defendeu que a lista mais aberta não significaria a inclusão automática de todo e qualquer procedimento, mas permitiria que um procedimento fosse reconhecido caso a caso.

    "Na saúde pública, sim, o cobertor é curto e portanto se exige a tomada de decisões que atendam os interesses de uns em detrimento de outros, infelizmente. Embora haja similaridades, não há como aplicar para as duas situações diferentes a mesma solução jurídica", afirmou.

    Protestos

    O julgamento era acompanhado de perto pelas operadoras de saúde e por movimentos sociais, especialmente grupos que representam crianças com deficiências e atípicas, que temem que alguns tratamentos deixem ser ser cobertos pelos planos de saúde caso vigore o rol taxativo.

    Em fevereiro, mais de cem pessoas se acorrentaram em frente à grade do STJ contra o rol taxativo. Agora, há manifestações previstas para serem realizadas em Brasília e outras 15 cidades.

    "Os ministros vão decidir se esse rol é a lista mínima ou máxima do que os planos de saúde devem cobrir. Se for decidido que o rol é taxativo, os planos de saúde terão total permissão para recusar cirurgias, terapias, procedimentos, medicamentos e outras coisas que não estão previstas", diz o texto lido no vídeo. "Mesmo que você tenha um pedido médico, mesmo que a sua vida dependa disso, mesmo que a vida de quem você ama dependa disso".

O que dizem as operadoras

    Em nota, a FenaSaúde (Federação Nacional de Saúde Suplementar), que representa 15 grupos de operadores, afirma que, mesmo se o STJ considerar o rol taxativo, os planos continuarão a cobrir todas as doenças listadas na CID (Classificação Estatística Internacional de Doenças e Problemas Relacionados com a Saúde), da Organização Mundial da Saúde (OMS).

    "Nenhum dos atuais 3.300 itens já cobertos pelos planos de saúde deixarão de ser cobertos com a confirmação do rol taxativo", disse a entidade.

    Mas o que desencadeou a discussão no STJ foi o caso de um paciente que processou a Unimed de Campinas por ela se recusar a cobrir um tratamento para esquizofrenia. A operadora perdeu em duas instâncias e recorreu ao STJ, que decidiu favoravelmente aos planos de saúde.

    Em tese, ainda cabe recurso ao STF (Supremo Tribunal Federal), desde que seja apresentada uma questão constitucional relacionada ao tema.

De forma corajosa, Priscila Krause, solicita ao governo do estado, a isenção na conta de água das vítimas das chuvas.

 


    A deputada estadual, Priscila Krause, aliada da pré-candidata ao governo de Pernambuco, Raquel Lyra, solicitou a isenção na conta de água para as vítimas das chuvas no estado.

    Priscila Krause, de forma enérgica e preocupada com as pessoas afetadas pelas fortes chuvas, fez uma solicitação na busca do governo do estado, junto a compesa, viabilize essa isenção, que será importante.

Raquel Lyra percorre agreste e também vai a Petrolina apresentar propostas para Pernambuco.

 



    Maternidades, restaurantes populares, creches e segurança pública foram eixos apresentados pela pré-candidata ao Governo do Estado

    A pré-candidata ao Governo de Pernambuco, Raquel Lyra (PSDB), cumpriu agenda intensa nos últimos dias em municípios do agreste e em Petrolina, no Sertão do São Francisco. Nas regiões, reiterou compromissos como a construção de cinco grandes maternidades, um programa de construção de creches em parceria com os municípios, a implantação de restaurantes populares fixos e móveis do programa de segurança alimentar Bom Prato Pernambucano, e também a redução dos índices de criminalidade em Pernambuco, a exemplo do que fez com o “Juntos pela Segurança”, ação realizada em Caruaru ao longo de suas gestões e que alcançou mais de 50% de redução de homicídios, dentre outros avanços na área de segurança pública.

    Na segunda-feira, 06, a pré-candidata iniciou a semana ao lado do prefeito de Caruaru, Rodrigo Pinheiro. Eles reuniram lideranças políticas da região em um ato com a presença de mais de 1 mil pessoas. Raquel destacou que as transformações realizadas durante sua gestão em Caruaru representam inspiração para levar a todo Estado. "Pernambuco está pedindo socorro. Paulo Câmara é o pior governador que o estado já teve. Ao contrário dele, nós podemos sair nas ruas, visitar praças e feiras. Não temos medo, temos orgulho do que fizemos ", falou. A deputada estadual Priscila Krause e o federal Daniel Coelho também participaram do evento.

    No final de semana a postulante participou da abertura do São João de Caruaru e falou da importância cultural e econômica da festa. “Toda a economia produtiva da região é aquecida. São cerca de 3 milhões de pessoas visitando o município e uma movimentação econômica de R$ 300 milhões”, disse Raquel.

    Ainda no Agreste, em Gravatá, ao lado do pré-candidato a deputado estadual e ex-prefeito Joaquim Neto, a presidente estadual do PSDB andou pela feira livre e pelo Mercado Cultural, onde ouviu as principais necessidades da população. Vereadores e lideranças da cidade também acompanharam a programação. Já em Bezerros, Raquel participou de ato político e ouviu dos feirantes que se faça um movimento para a criação de cooperativas que ajudem os pequenos agricultores e produtores, principalmente os de laticínios.

    Em ritmo de pré-campanha, a tucana também cumpriu agenda em Petrolina, no Sertão do São Francisco, e participou do lançamento da pré-candidatura de Lucinha Mota a deputada estadual.

    A agenda em Petrolina contou com as presenças do pré-candidato a deputado federal Guilherme Coelho e dos pré-candidatos a deputados estaduais Allan Maux, Gabriel Menezes; e de lideranças da região. A deputada estadual Priscila Krause e o vereador Alcides Cardoso também marcaram presença. Ainda na cidade, o vereador Ronaldo Silva (UB) declarou apoio à Raquel.

    A pré-candidata finalizou a agenda no município defendendo incentivos ao agronegócio no estado na visita que realizou aos lotes do projeto Nilo Coelho, onde são cultivadas uva e manga, culturas fortes na região.

ENCONTRO BOMBÁSTICO: Luiz Carlos Belém se encontra com o deputado federal, Daniel Silveira, e encontro abala o congresso nacional. Veja a repercussão.

 

     Em encontro de Belém com o deputado federal, Daniel Silveira, no congresso nacional, deu o que falar nos quatro cantos de Brasília.

     Veja o vídeo:



DESTRUIÇÃO: Tragédia provocada por chuvas e deslizamento de barreiras durante governo PT / PSB, e com a família Arraes / Campos a frente do estado, é o maior desastre de Pernambuco do século 21, dizem especialistas.

 


    A tragédia provocada pelas fortes chuvas e pelos deslizamentos de barreiras que deixaram, ao menos, 122 mortos no Grande Recife e mais de 6 mil desabrigados se tornou o maior desastre já registrado em Pernambuco no século 21.

    "Pode até superar as mortes de 1975", destaca o geógrafo e professor do departamento de Ciências Geográficas e do programa de Pós-Graduação da UFPE, Osvaldo Girão, se referindo à cheia histórica por que passou a capital pernambucana.

    De fato, Recife esteve submerso em 1975. A histórica cheia motivou 107 mortes e teve todos os serviços paralisados, quando mais da metade da cidade ficou sem energia elétrica.




    A questão é que o problema tornou-se recorrente. O geógrafo Osvaldo Girão explica que, em 1975, as áreas rebaixadas dos rios eram mais ocupadas, mas a população foi retirada e aos poucos passou a ocupar as regiões dos morros e encostas. Tornou-se reflexo da falta de planejamento urbano.

    "O alagamento de inundação sempre foi muito presente nesses momentos de chuva, mas ficou mais enfático nos últimos 20 anos. Isso é reflexo da ausência de planejamento e política de habitação. Falta habitação. Essas áreas não são procuradas por agentes imobiliários e não há fiscalização da prefeitura", explica.

    Na visão do professor, há necessidade de conscientizar a população sobre as áreas em que vivem e também de montagem de um plano de gestão por parte do estado.

Pesquisar este blog

Jurídico de Raquel Lyra vai à Polícia Federal e Procuradoria Eleitoral para garantir atuação da PF nas eleições.

       A coordenação jurídica da Coligação Pernambuco Quer Mudar (Federação PSDB -Cidadania e PRTB) denunciou à Polícia Federal e à Procurad...